sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Só pra você entender porque estou desistindo...

"- O que acontece quando uma força que não pode ser parada vai de encontro a um objeto que não pode ser movido?
- Isso nunca acontece. Se existe uma coisa que não pode ser parada, não é possível que exista outra coisa que não pode ser movida e vice-versa. É um paradoxo, entende? É uma pegadinha".
 
Essa nunca foi uma luta justa, nós sempre soubemos... Sua escolha já estava feita o tempo inteiro e só eu não tinha percebido isso ainda. Mas eu percebi agora. E eu espero, mesmo, que vocês sejam felizes... Que ele queira você tanto quanto eu quero, mas que também te ame tanto quanto eu amo - o suficiente pra te ver com outra pessoa e aceitar isso caso você esteja feliz. O suficiente pra deixar você chorar no ombro dele por outro alguém. O suficiente pra ser seu amigo, seu irmão, seu namorado ou o que quer que você precise que ele seja. Perdoe a minha persistência, mas não existe desistência sem luta.
E lembre sempre que eu te amo.


"Mais do que tudo, eu queria ser o motivo da sua felicidade. Mas se eu não sou, então... Não posso atrapalhar. Você vê? Porque o que você está sentindo agora é uma força que ninguém pára... O que significa que eu tenho que sair."
 
(Trechos entre aspas do filme "Imagine Eu e Você")

2 comentários:

G I L B E R T O disse...

T

Estou com este filme, há dias, por aqui rodando daqui para ali, de ali para cá!

Irei vê-lo este noite...
Irei vê-lo esta noite...

simone garcia disse...

adorei , gostei muito o que você escreveu
parabéns!