domingo, 13 de fevereiro de 2011

"o que eu também não entendo"

Se eu fosse estrela, brilharia até mesmo durante o dia - brilharia onde quer que você estivesse. Se eu fosse gota, cairia em forma de chuva em todos os lugares - cairia sempre que você quisesse. Se eu fosse vento, sopraria o tempo inteiro - sopraria para encher seus dias com meu perfume, só pra você não esquecer que nunca te esqueço. Se eu fosse palavra, seria seu nome - assim veria seu olhar a cada vez que me pronunciassem. Não sou nada disso... Sou só garota. Então brinco de ser poeta pra ver se você gosta dos meus versos... E tento encontrar formas diferentes de dizer, mostrar e provar que o que sinto é de verdade. Mas sempre termino no clichê de não encontrar palavras suficientes. Vamos fazer assim, então: Você aceita meu coração, segura a minha mão e a gente procura juntas por aí... Assim você não esquece que te amo e eu não preciso sentir falta de você.


"Did I say that I need you?
Did I say that I want you?
Oh, if I didn't, I'm a fool, you see
No one knows this more than me..."

(Just breathe - Pearl Jam)

3 comentários:

Rafa Sady disse...

Você é uma estrela... A mais brilhante do meu céu <3
E eu amo os seus clichês. Eu amo você ♥
:*

Larissa de Freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa de Freitas disse...

Seus textos são sempre meus favoritos tão verdadeiros, tão bem escritos.
Obrigada por encher de amor a tela do meu computador. Parabéns! ;*